Bolo S. João

 

   

Os comeres regionais, as tradições gastronómicas locais afirmam uma identidade e constituem factores significativos das diversidade s culturais que representam o património do nosso pais. Nesta perspectiva , as comidas cíclicas assumem particular significado quanto aos usos e costumes das localidades ou regiões.

Nos acontecimentos que  integram as tradições Portuenses , têm especial importância as Festas de S. João, Não sendo padroeiro da cidade , o Santo Percursor deu origem ao período mais animado e intensamente vivido pela população, na sua dimensão festeira Familiar , convival , comunitária e, sobretudo participativa, tornando-se  numa das maiores festas de massa a nível mundial , durante a noite de S. João , milhares de pessoas se divertem pelas ruas da cidade , cada bairro com a sua fogueira eanimação.E , como em todas as ocasiões especiais , a comida esta presente, através da sardinha ou entrecosto assado  com Boroa, as torradas durante a noite de folia , e no almoço do dia 24 o  Carneiro ou  anho assados com batatas; faltava um doce para sobremesa .

Talvez por isso , as pastelarias do  burgo inventaram , pelo que se sabe pelos anos trinta ou quarenta do Sec XX uma receita adaptada a época que designaram de Bolo ou Lanças de S. João  Foi largamente anunciado na imprensa e vendido pelas principais pastelarias da cidade e vendido desde então como especialidade das Festas S. Joaninas.

 

Fonte: Prof. Helder Pacheco